sexta-feira, 7 de julho de 2017

Por que ainda escrevo em blogs?


Por que ainda escrevo em blog? As minhas últimas publicações têm sido tão sérias e chatas, considerando o que é ofertado e procurado hoje em dia, que nem  mesmo eu tenho vontade de revisitá-las. A visitação em meu blog, por mês, gira em torno de 500, resultado pífio. A maioria vem através de pesquisas do Google, e não encontra exatamente o que procurava. O quê, e para quem eu quero dizer?

Eu escrevo para organizar meus pensamentos, que são muitos e constantes; eu escrevo para me livrar do lixo mental que me sufoca, para me desabafar, "psicanalisar". Eu escrevo por que gosto de ver meus pensamentos expostos materialmente; escrevo porque me dá prazer compartilhar reflexões, que seja com uma pessoa apenas, a que tenha a coragem de ler. Escrevo para dizer organizadamente o que não consigo dizer com a voz.

Quando os blogs surgiram, não existia Facebook, o Orkut estava no começo e essa era uma forma que as pessoas encontraram para se expor e se expressar. Quase todos escreviam blogs, a maioria relatava o seu dia a dia, o blog era um diário virtual. Hoje, blog é tudo e nada. 

Ainda escrevo porque gosto de contar historietas, significar. Gosto de fazer parte dos pensamentos de alguém, mesmo que por alguns segundos, antes de descobrirem que os textos são grandes demais.

Ainda escrevo em meu blog por que eu gosto. Ponto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...